Parques Tecnológicos de SP já podem se aliar a empresas


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, assinaram decreto que assegura ao SPAI – Sistema Paulista de Ambientes de Inovação e ao SPTec – Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, a possibilidade de pleitear o credenciamento definitivo – antes provisório -, e, com isso, conseguir apoio financeiro do Estado para a realização de estudos técnicos, obras civis e equipamentos.

Na prática, os parques tecnológicos poderão acelerar a implantação de iniciativas em cooperação com empresas, órgãos e entidades da Administração Pública direta e indireta de qualquer nível de governo, organismos internacionais, universidades e instituições de fomento, investimento e financiamento, cujas atividades estejam baseadas em ciência, tecnologia e inovação.

“A região de Campinas é o maior celeiro desses parques e o Brasil precisa investir em inovação. 15% de produção científica está em Campinas. A Unicamp é campeã de patentes. É natural que a região atraia empresas inovadoras. O credenciamento dos parques tecnológicos vai possibilitar a criação de laboratórios, incubadoras, centros da inovação e conhecimentos. Permitirá ainda a redução de impostos, estímulo a pesquisa, crédito, investimento em infraestrutura. Isso reforçará a RMC como a capital do conhecimento”, comemorou o governador. ( assessoria de imprensa).

Anterior Telefónica Open Future e BigML criam plataforma de investimentos
Próximos Google se reestrutura e vem aí o Alphabet