Parlamentares cobram mais banda larga na Região Norte


 

Os senadores da região Norte e o deputado estadual Chico Preto (PSD/AM), cobraram mais agilidade na implantação das redes de banda larga nos estados do Norte do país, em audiência pública realizada hoje Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado. Segundo o deputado, existem ainda prefeituras no Amazonas que precisam pagar R$ 20 mil por mês pela internet de 1 Mbps. Segundo Chico Preto, a Oi não teria cumprido os prazos dos compromissos assumidos no PNBL ou no PGMU.”É preciso resgatar o cumprimento das obrigações”, cobrou o parlamentar, que encabeçou a CPI das teles em Manaus.

 

O diretor de relações institucionais da Oi, Marcos Mesquita, afirmou, por sua vez, que a Oi “cumpre e cumpriu” todos os prazos assumidos com o Minicom e Anatel. Assinalou que as metas da concessionária não são regionais, mas para todo o país e que, em março, a Oi estava presente em mil cidades com a oferta da banda larga popular de R$ 35,00 (com imposto). “Até o mês de março, atendemos 84 municípios da região Norte com esta oferta”, afirmou.

 

Já o diretor de planejamento da Eletronorte, Ademar Palocci, afirmou que a região Norte tem carência também de energia elétrica, que só será totalmente resolvida em 2014, quando for concluída a construção do “linhão de Tucuruí”.

 

Telebras

 

O presidente da Telebras, Caio Bonilha, anunciou, por sua vez, que a empresa abriu hoje edital para a construção de infraestrutura em 56 municípios da região. Já Bruno Ramos, superintendente da Anatel, assinalou que o edital da venda da faixa de 450 MHz também vai ajudar a levar a banda larga para a região, visto que esta banda será usada para a área rural. “Serão construídas cinco mil antenas”, afirmou.

 

 

Anterior Ediana Balleroni a assume comunicação corporativa da Telefônica/Vivo
Próximos Importações de celulares cresceram 527% no 1º bimestre de 2012