Parceria da BrT para inclusão social em Goiás


Uma parceria entre a Brasil Telecom e a Secretaria de Educação de Goiás vai beneficiar cerca de 250 mil alunos, com o projeto de inclusão digital. Denominado Cyber Escolas, o programa já está implantado em 100 escolas atendendo a quase 100 mil estudantes, que passaram a utilizar o pacote Microsoft Office, planilha eletrônica, criar e-mails …

Uma parceria entre a Brasil Telecom e a Secretaria de Educação de Goiás vai beneficiar cerca de 250 mil alunos, com o projeto de inclusão digital. Denominado Cyber Escolas, o programa já está implantado em 100 escolas atendendo a quase 100 mil estudantes, que passaram a utilizar o pacote Microsoft Office, planilha eletrônica, criar e-mails e ter páginas pessoais na web.

"A grande vantagem deste projeto é que o aluno tem liberdade de armazenamento de seus dados. Ele não precisa se preocupar em correr para usar a mesma máquina em que estava trabalhando no dia anterior porque todos os dados são armazenados noCyber Data Center, da Brasil Telecom", destacou Cláudia Tomaz, gerente de Tecnologia da Informação da Secretaria de Educação do estado de Goiás.

O projeto também permite que integrantes do corpo docente e membros de comunidades, em mais de 200 municípios, tenham acesso à Internet. Para o professor, a facilidade é que ele acompanha os trabalhos de seus estudantes fora do horário da aula.

Para concretizar o projeto de inclusão social, a Brasil Telecom disponibilizou PCs Diskless e impressoras nos laboratórios de informática, conectividade sobre a rede Vetor (VPN – Virtual Private Network ou Rede Privada Virtual  e MPLS – Multi-Protocol Label Switching) para acesso à Internet e às aplicações hospedadas no Cyber Data Center, com sistemas de segurança e armazenamento de informações além de todo o treinamento, gerenciamento e suporte.

Fonte: assessoria de imprensa, BrT

Anterior Telefônica lança Linha Jovem
Próximos Com segurança digital, Siemens quer maior participação em serviços