Para Gartner, VoIP móvel responderá por 50% do tráfego de voz em 2019.


Pesquisa do Gartner indica que, em dez anos, mais de 50% do tráfego de voz móvel no mundo será realizado por meio da tecnologia de Voz sobre IP (VoIP) ponta-a-ponta. O estudo prevê que, nos próximos anos, as tradicionais operadoras de telecomunicações devem se preparar para a ameaça real de perderem parte do tráfego e …

Pesquisa do Gartner indica que, em dez anos, mais de 50% do tráfego de voz móvel no mundo será realizado por meio da tecnologia de Voz sobre IP (VoIP) ponta-a-ponta. O estudo prevê que, nos próximos anos, as tradicionais operadoras de telecomunicações devem se preparar para a ameaça real de perderem parte do tráfego e das receitas de um mercado que movimenta globalmente cerca de US$ 692,6 bilhões para empresas apoiadas nas soluçõesde VoIP móvel.

O levantamento do Gartner, líder mundial no fornecimento de pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, destaca, entretanto, que a adoção em grande escala das ligações móveis por VoIP, suportado por redes 4G, deve acontecer em 2017. “Mas assim que as condições básicas de mercado estiverem estabelecidas, a transição para a tecnologia de VoIP móvel deve ser rápida, pois gera conveniência e economia aos usuários”, afirma o diretor de pesquisas da empresa, Tole Hart.

Até 2019, 30% do tráfego de voz móvel serão baseados em serviços de VoIP wireless gerenciados por grandes portais como Google, Facebook, MySpace e Yahoo, diz o estudo. O Gartner aconselha as atuais operadoras de telecomunicações a começarem a pensar nesta transição e em modos de cooperar e se associar a outros tipos de provedoras de serviços. (Da redação)

Anterior Assespro-RJ elege novo presidente
Próximos Paulo Bornhausen representará a Câmara na Conferência de Comunicação