Para CEO da Orange, mercado francês precisa de uma operadora a menos


Em entrevista a uma rádio francesa, Stephane Richard, CEO da Orange, afirmou que o mercado local tem competidoras demais e que deveria encolher de quatro para três operadoras. O executivo afirmou que nas próximas semanas o cenário deve mudar.

A Orange, maior companhia de telecomunicações francesa, negocia a compra da  Bouygues Telecom, terceira colocada. Outro acordo recente no país, uniu a SFR, segunda colocada, e a Numericable, maior operador de internet e TV a cabo.

Richard falou também que o desejo de reguladores europeus de ter quatro operadoras atuando na França não é sustentável. A afirmação confirma a situação. Companhias em vários países no continente vêm estreitando laços e anunciando fusões. “Não é coincidência que a Alemanha planeja reduzir seu mercado de quatro para três concorrentes e que o mesmo tenha acontecido na Irlanda, um país muito menor”, teria dito ao site EuroBusinessMedia. (Da redação, com agências)

 

Anterior França vai investigar operadoras por ritmo de implantação das redes 3G
Próximos Exército quer usar faixa de 700 MHz agora, para preparar segurança das Olimpíadas