Para associação de trabalhadores dos Correios, privatização é “mera especulação”


A Associação dos Profissionais dos Correios (ADCAP) afirmou, em nota divulgada hoje, 30, que a privatização da estatal é “mera especulação”, ao contestar calendário de desestatização divulgado ontem pelo secretário nacional de Desestatização, Salim Mattar.

Segundo a nota enviada ao Tele.Síntese, a privatização da estatal passará por um estudo a respeito dessa alternativa, pelos técnicos do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), que sairá da Casa Civil para fazer parte da área de Mattar no Ministério da Economia. Procurado, o ministério não se manifestou a respeito.

“A ADCAP tem convicção de que, se os técnicos puderem trabalhar com independência, os estudos apontarão claramente a inviabilidade/inconveniência de se materializar a privatização dos Correios”, diz a entidade.

Afirma também que a empresa leva “o serviço postal a todos os cantos do país sem depender do Tesouro Nacional”, beneficiando a população, que “paga uma das menores tarifas postais do mundo”.

Além disso, menciona que a intenção de privatizar a empresa terá que passar pelo crivo do Congresso Nacional, que “tem representantes de todas as regiões do país, os quais saberão ouvir suas bases sobre o assunto e decidir pela manutenção da atual conformação dos Correios”.

Anterior Privatizações saem da Casa Civil e ficam com Paulo Guedes
Próximos 23 milhões de dispositivos estão infectados com apps fraudulentos no Brasil