Para Abert, antecipação do leilão de 700 MHz pode comprometer sinal de TV


O indicativo do governo de que a faixa de 700 MHz, atualmente usada para transmissão do sinal analógico de TV, seria destinada para 4G e poderia ocorrer antes de 2016 preocupa a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert). A entidade fez um alerta de que “a medida pode comprometer o acesso de uma grande parcela população ao sinal dos canais de televisão aberta que chegam a 96% dos domicílios brasileiros”. 

A faixa de 700 MHz carregará o sinal de TV analógica no Brasil até o prazo máximo de 2016, quando deverá ser concluída a migração para a TV digital, conforme planejamento do governo. Para alguns, porém, a ocupação da faixa por operadoras de telefonia móvel pode ocorrer antes do prazo em alguns locais. A Agência Nacional de Telecomunicações realiza um estudo sobre a frequência e sua publicação está prevista para outubro. (Da redação)

 

Anterior Compras em dispositivos móveis devem chegar a US$ 730 bilhões em 2017
Próximos Conselho de Comunicação Social do Congresso é empossado com críticas