PadTec investe R$ 10 mi em empresa americana de sistemas ópticos


A PadTec, empresa nacional especializada em sistemas ópticos, fez um aporte de R$ 10 milhões para se tornar sócia da ClariPhy Communications, empresa de norte-americana líder em sistemas on chip (SoCs) de ultra capacidade para redes ópticas.  O investimento é considerado estratégico pela PadTec, que tem como objetivo se manter na vanguarda de sistemas coerentes, e elevar o potencial de acesso a outros mercados, além do Sul-americano.

“Nós já trabalhamos com soluções de vanguarda para o transporte óptico coerente a 100G. Com esse investimento garantimos nossa participação em soluções de 200G e 400G”, afirmou Jorge Salomão Pereira, CEO da PadTec, ao Tele.Síntese.

No ano passado, a Padtec já utilizou implantou sistemas que incluíam a tecnologia LightSpeed-I 40G coerente da ClariPhy, o que lhe conferiu segurança na capacidade de inovação e execução na oferta de SoCs complexos, que melhoram o desempenho, enquanto reduzem o custo de propriedade para os operadores da rede, explicou o executivo.

A Padtec informou que desenvolverá uma série de soluções para redes metropolitanas sensíveis a custo, assim como aplicações dirigidas ao desempenho para redes de longa distância e submarinas, a fim de ampliar a versatilidade, adaptabilidade e escalabilidade da plataforma SoC LightSpeed-II. Com essa ação, a empresa nacional entende que minimiza o custo de desenvolvimento, enquanto oferece um rico conjunto de recursos que não eram possíveis na geração anterior da tecnologia 100G coerente.

A plataforma SoC LightSpeed-II foi desenvolvida para atender a crescente demanda por largura de banda impulsionada por aplicações como a computação em nuvem, data centers e redes SAN, serviços quad-play e computação de alto desempenho.

“Estamos honrados em ter a Padtec junto da nossa família de investidores estratégicos de classe mundial, como demonstraram com sua habilidade e visão para entregar soluções únicas em redes ópticas. Estamos ansiosos para uma parceria multi-projeto de longo prazo que será gratificante para ambas as empresas”, disse Nariman Yousefi, CEO da ClariPhy.

 

Anterior Leilão de 700 MHz: Radiodifusores receberão equipamentos ao invés de dinheiro para deixar os canais de TV
Próximos Telebras fecha 2013 com prejuízo de R$ 145,7 milhões