Padtec inaugura centro de manutenção em Fortaleza


A Padtec, fabricante de sistemas de transmissão óptica, inaugurou hoje um novo centro de manutenção (CM) em Fortaleza. O empreendimento, localizado no bairro Cidade dos Funcionários, compartilha parte da infraestrutura do Instituto Atlântico, fundado em 2001 pelo CPqD e forte atuação em P&D/Inovação, Projetos de Desenvolvimento e Consultoria, atendendo principalmente à Indústria, Governo e Setor …

A Padtec, fabricante de sistemas de transmissão óptica, inaugurou hoje um novo centro de manutenção (CM) em Fortaleza. O empreendimento, localizado no bairro Cidade dos Funcionários, compartilha parte da infraestrutura do Instituto Atlântico, fundado em 2001 pelo CPqD e forte atuação em P&D/Inovação, Projetos de Desenvolvimento e Consultoria, atendendo principalmente à Indústria, Governo e Setor Financeiro.

 

O novo CM de Fortaleza tem como objetivo inicial dar suporte às operações de redes de importantes clientes como ETICE, Telebrás, OI, Embratel, GVT entre outros, de acorco com Jorge Salomão Pereira, CEO da Padtec. “O CM de Fortaleza irá operar como base de apoio às operações de suporte e logística, reduzindo o tempo de atendimento aos clientes e minimizando os tempos de parada dos sistemas para manutenção.”, explica ele.

 

O novo CM de Fortaleza vem somar força aos demais CMs da empresa, localizados em cidades como São Paulo, Gurupi, Uberlândia, Ribeirão Preto, Brasília e Vitória. Os CMs operam como centro de logística, fornecendo suporte rápido na administração de sobressalentes e suporte em campo, e a empresa planeja que evoluam para se tornarem  centros de operações mais completos, contando com estrutura de NOC, treinamentos e suporte a outros serviços especializados.

 

Além de facilitar o suporte aos contratos de serviços existentes na região, a nova infraestrutura permitirá a oferta de novos serviços e contribuirá para geração de novas receitas. “Assim como outras regiões da América Latina, o Nordeste brasileiro vive um excelente momento para a expansão de suas redes ópticas de transmissão, causado principalmente pela demanda por largura de banda proveniente do acesso banda larga.” diz Salomão. (Fonte: Padtec)

Anterior Bruno, da Anatel; Caio da Telebras; Max, do Minicom confirmados para o Encontro Tele.Síntese
Próximos Salvador, Brasília e São José dos Campos lideram o ranking do celular