padtec-repetidor-submarino

A brasileira Padtec foi selecionada pelo Google para gerenciar e implantar uma rede submarina de alta velocidade que interligará Rio de Janeiro e São Paulo. O novo cabo submarino, batizado de Júnior (em homenagem ao pintor e desenhista brasileiro José Ferraz de Almeida Júnior), ligará a Praia da Macumba, no Rio de Janeiro (RJ), à Praia Grande, na Baixada Santista (SP). O Google não revela o valor investido.

Composto de oito pares de fibra e de três repetidores submarinos desenvolvidos pela Padtec, o Júnior se interconectará com outros dois cabos oceânicos na região: o Monet, um cabo de 10 mil quilômetros que conectará Boca Raton, no estado norte-americano da Flórida, a Fortaleza e Santos. O segundo é o Tannat, que se estenderá por 2 mil quilômetros de Santos até Maldonado, no Uruguai.

O Júnior terá cerca de 390 quilômetros de extensão. A Padtec fornecerá para o sistema os equipamentos da plataforma LightPad i6400G, baseados na tecnologia DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing). Um dos equipamentos será o repetidor submarino, testado e qualificado para suportar os mais severos ambientes e altíssimas pressões que garantem transmissões transoceânicas em distâncias ultra longas.

A previsão de conclusão da instalação e início da operação do sistema submarino São Paulo-Rio de Janeiro é o segundo semestre de 2017.

cabo submarino mapa junior google padtec