Pacote de R$ 50 bi com a China contempla setor de telecom


Entre os 35 acordos que compõem o Plano de Ação Conjunta firmado hoje (19), em solenidade no Palácio do Planalto, pela presidenta Dilma e o primeiro-ministro da China, Li Kejiang, que lidera uma comitiva que visita o país, estão cinco que cobrem a área de telecomunicações e comunicações. O pacote setorial contempla memorando de entendimento sobre sensoriamento remoto, telecomunicações e tecnologia da informação; acordo de colaboração para financiamento e operação de Projeto Free Wifi 4G; acordo entre a Vivo e a Huawei sobre o Projeto Tech City para ampliação da cobertura e do sinal na região do centro do Rio de Janeiro e na região do Porto Maravilha; acordo sobre centro conjunto de inovação na área de telefonia celular; e memorando de entendimento de cooperação estratégica em soluções fixas e móveis.

“O Plano de Ação Conjunta 2015-2021, que assinei com o primeiro-ministro, inaugura uma etapa superior em nosso relacionamento. Está expresso nos vários acordos, nos múltiplos acordos governamentais e empresariais firmados hoje, em especial nas áreas de investimentos e comércio”, afirmou a presidenta Dilma Rousseff. Os acordos, que envolvem mais de R $ 50 bilhões, abrangem os segmentos de infraestrutura, manufaturas, comércio, planejamento estratégico, infraestrutura, transporte, agricultura, energia, mineração, ciência e tecnologia, comércio, entre outros. Além disso, foram celebradas declarações conjuntas sobre os resultados da visita do primeiro-ministro e sobre mudanças climáticas. (Assessoria de imprensa)

Anterior Setor de telecom reage a possível aumento do Fistel
Próximos País tinha 283,52 milhões de acessos móveis em abril