OTT é a empresa convergente, afirma Baigorri


O superintendente de Competição  da Anatel, Carlos Baigorri, resolveu ser bem explícito em seu posicionamento sobre a relação entre as operadoras de telecomunicações e as empresas de internet, como Google, Facebook, Twiter – durante debate promovido hoje,25. Para ele, essas empresas, conhecidas como OTTs (Over The Top) atuam em franca competição e não podem ser reguladas. Para ele, alguns serviços das  operadoras de telecomunicações é que precisam ser menos regulados.

“Com tanto WhatsAp, Skype, e outros serviços de VoIP,não tem mais sentido a Anatel querer regular a voz ou a mensagem do celular “, disparou ele, durante o 40º Encontro Tele.Síntese. Para o regulador, a agência só deve intervir para corrigir falhas de mercado, e mesmo que haja uma grande empresa com mais de 90% do mercado – caso do Google nas buscas brasileiras – ele entende que nem sempre o domínio de mercado representa um monopólio a ser coibido.

Baigorri ressaltou, no entanto, que entende que as operadoras tradicionais só podem deixar de ter seus serviços regulados depois que a banda larga estiver disponível para a maioria dos brasileiros, para que eles possam ter acesso aos serviços de OTTs. O superintendente de regulação, Alexandre Bicalho, discordou de Baigorri, por entender que, em algum momento, os ISPs terão que ser regulados, para se assegurar melhor qualidade dos serviços e preços mais em conta para a população.

Anterior Senado aprova aviso prévio para fim de descontos nos preços dos serviços de telecom
Próximos FCC vai rever regras de leilão de frequências