Organizações preparam ato pró-Marco Civil da Internet na Câmara


O Marco Civil da Internet, que tramita em regime de urgência, tranca a pauta das Câmara dos Deputados desde o final de outubro. Desde então, a votação vem sendo adiada por conta de polêmicas em torno do último texto apresentado pelo relator, Alessandro Molon (PT-Rj). Diante deste cenário, diversos coletivos, associações e movimentos da sociedade civil organizam um ato pela aprovação do projeto na Câmara amanhã (26), às 14hs, no hall da Taquigrafia. 

Assina o chamado para o ato, além de organizações da sociedade civil, a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos. Até o momento, o movimento Marco Civil Já listou 101 deputados que já declararam voto no relatório de Molon. As consultas aos parlamentares são feitas por e-mail, telefone e via redes sociais.

Durante a Comissão Geral realizada na casa para debater o Marco Civil da Internet, o deputado Eduardo Cunha, líder do PMDB, apresentou divergências de seu partido com o último texto apresentado por Molon, tanto em relação à possibilidade de decreto para obrigar que algumas empresas de conteúdo de internet sejam obrigadas a guardar dados dos usuários no país, quanto sobre a definição de neutralidade de rede. Ainda não está claro se, mesmo sem o apoio do PMDB, partido da base aliada, haverá votação amanhã. (Da redação)

Anterior Extreme Networks mantém diretores após aquisição
Próximos Delegados da PF apoiam guarda de dados no Brasil no Marco Civil da Internet