Operadoras já modulam redes para evitar único fornecedor


As  operadoras de telecomunicações já adotam a estratégia de modular suas redes para evitar a dependência de um único fornecedor nas áreas em que atuam, afirmou ao Tele.Síntese o superintendente de Controle de Obrigações da Anatel, Gustavo Borges.

A contratação de fornecedores distintos pelas operadoras na mesma área de atuação é um dos requisitos de segurança inseridos na Instrução Normativa nº 41, editada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.  

PUBLICIDADE

“A avaliação da agência é que isso já é feito”, disse o executivo. ”Nós temos, normalmente, três ou quatro operadoras em cada região, e as empresas já modulam suas redes com diversos fabricantes para não ficar dependente de um único fornecedor”.

Na opinião do superintendente, se a empresa têm um único fabricante, esse fornecedor tem um poder de barganha muito grande em negociação de preços, o que coloca em risco a continuidade do negócio e, por isso, é estratégia das operadoras contar com múltiplos fornecedores.

Diálogo

Ressaltou que Anatel mantém o diálogo institucional colaborativo e cooperativo com o governo e com o GSI, inclusive nas matérias relacionadas à segurança cibernética. “Em todas as empresas que fazem a gestão desse risco, elas modulam em no máximo 20% ou  30% para cada fornecedor em sua planta”, afirmou. “De toda forma, esse assunto está sendo avaliado”, concluiu. 

 

Anterior Edital do 5G sairá sem regras de segurança emitidas pelo GSI
Próximos Ceneviva: Backdoor, tema de Estado, não de governo