Operadoras devem lançar primeiros serviços em NFC em 2012


 

As operadoras brasileiras já estão realizando testes com a tecnologia NFC (Near-Field Communication) e devam lançar seus primeiros serviços de pagamentos móveis por proximidade ainda este ano, informou a associação GSMA em evento nesta quarta-feira (18) em São Paulo. Segundo Mustafa Almansur, líder de projetos de NFC da entidade, ao menos uma operadora no país tem planos definitivos para lançar o serviço em parceria com um “grande banco”. Apesar do otimismo, no entanto, a tecnologia enfrenta diversos obstáculos para sua massificação no país.

 

Atualmente, existem apenas seis aparelhos no mercado brasileiro com a tecnologia de comunicação por aproximação, a mesma usada em crachás de prédios comerciais e em sistemas de transporte público como o Bilhete Único. As fabricantes de aparelhos alegam que ainda há pouco interesse em NFC entre as operadoras devido à falta de padronização da tecnologia e à regulamentação brasileira, que não permite às teles atuarem diretamente com pagamentos.

 

“Queremos trazer NFC ao Brasil, mas traremos quando houver uma grande demanda do mercado”, afirmou Robson Lisboa, diretor de conteúdo e serviços da Samsung, em painel durante o evento da GSMA, que destacou a necessidade de cooperação entre fabricantes, operadoras e fornecedores de serviços para criar um ecossistema de NFC, que não se reduz apenas a pagamentos móveis mas também permite o uso do celular como bilhete de ônibus, ingresso, cupom e até passaporte, entre outras aplicações.

 

Para o diretor de marketing em conteúdo e inovação da Vivo, Wlamir Molinari, no entanto, os serviços de pagamento são os que vão impulsionar o NFC no país. “O que vai puxar mesmo é a parte bancária”, afirmou. Outra solução foi apresentada pelo superintendente de atendimento e comercialização da SPTrans, José Aécio de Sousa, que anunciou a abertura do edital de modernização do sistema de Bilhete Único em São Paulo. “Contamos com uma base de mais de 20 milhões de pessoas. É uma grande oportunidade para massificar o uso dos celulares com NFC, incluindo-os no sistema”, disse Sousa.

Anterior MiniCom lança primeiro aviso de habilitação para rádio comunitária de 2012
Próximos Brasil chega a 57,8 milhões de acessos à internet em 2011