Operadoras competitivas trabalham na retomada


As operadoras Mob Telecom e Wirelink Telecom já executam suas iniciativas de volta ao normal após a pandemia de covid-19. Embora em muitas cidades a contaminação pela doença ainda esteja crescendo, no Ceará, onde ambas as empresa têm presença, a curva de casos acumulados por semana começa a se estabilizar, de acordo com dados de hoje, 29, do Ministério da Saúde.

A pandemia assustou os trabalhadores ainda em março. Ambas as operadoras então mandaram os funcionários do administrativo trabalhar em home office e municiou a equipe de vendas com soluções para chegar a novos clientes remotamente.

PUBLICIDADE

A Mob é a mais acelerada no processo de retomada. Segundo o CCO da empresa, Sayde Bayde, 80% dos funcionários já voltaram à rotina na matriz e nos escritórios em cidades onde o isolamento social foi flexibilizados.

Vanderson Santana, diretor comercial da Wirelink, diz que, embora seja difícil prever, já há indícios de que a economia está voltando à estabilidade. “Estamos conversando com muita gente, tem muitas parcerias feitas durante a pandemia, e a tendência agora é acelerar. A gente acredita que já tem movimento de retomada econômica já no ar”, falou.

João Moura, presidente executivo da Telecomp, associação que reúne as operadoras competitivas do Brasil, disse que muitas estão nessa toada da recuperação. Por isso, a entidade vem colaborando com várias prefeituras e governo de São Paulo para escrever os protocolos oficiais de reabertura. Mas ele lembra que, daqui para a frente, nada será como antes. “A questão do home office veio para ficar. Se hoje tem 80%, 90% em casa, no futuro não sabemos se vai ser 30% ou 40%. Mas zero, não vai ser. Essa mudança as operadoras estão trabalhando agora”, falou.

Anterior Mob Telecom planeja aquisição para crescer no varejo
Próximos Podemos anuncia que votará contra PL das Fake News