OPA à PT: proposta concorrente cada vez mais difícil.


Está cada vez mais distante uma proposta concorrente à Oferta Pública de Aquisição (OPA) da Sonae sobre a Portugal Telecom. A Autoridade de Concorrência do país (AdC) afirmou que uma nova proposta teria que passar pelo órgão antes mesmo de ser registrada na CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários). Só então, ela seria considerada. …

Está cada vez mais distante uma proposta concorrente à Oferta Pública de Aquisição (OPA) da Sonae sobre a Portugal Telecom. A Autoridade de Concorrência do país (AdC) afirmou que uma nova proposta teria que passar pelo órgão antes mesmo de ser registrada na CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários). Só então, ela seria considerada.

Analistas portugueses entendem que a burocracia pode afastar interessados. Por exemplo, se Autoridade de Concorrência estiver analisando uma nova proposta, e a oferta da Sonae for aprovada ao mesmo tempo pela AdC (afinal já está em processo adiantado), a nova proposta deixa de ser concorrente e passa a ser a oferta sucessiva.  

Paulo Azevedo, presidente do Sonaecom, anda exalando confiança nos últimos dias. E aproveitou a onda para criticar o interesse dos grupos de private equity na PT.  “É contrário a tudo o que temos ouvido de vários governos. Os fundos só compram com dois objetivos: ou vender os ativos separadamente, ou rentabilizar a empresa para vendê-la três ou quatro anos depois, por um preço superior.”

Sem spin off

Henrique Granadeiro, presidente da Portugal Telecom, decidiu cancelar a reunião do conselho de administração de hoje que iria debater a possibilidade de realizar um spin-off (cisão) na PT Multimédia, notícia dada com estadalhaço na tarde de ontem.

O CEO da PT, segundo publicou o Jornal dos Negócios, de Lisboa, afirmou que “quem dita os momentos de decisão sou eu e não aceito que as reuniões do conselho de administração sejam condicionadas por vazamentos de informações que possam condicionar ou perturbar uma avaliação e decisão serena e tranquila dos membros do CA”, afirmou.

(Da Redação, com noticiário português)

Anterior Hélio Costa cancelou R$ 15 milhões de convênios para telecentros da gestão Eunício
Próximos Yahoo! lança ferramenta de troca de informações