Oi vai pedir esclarecimentos a Bava


A Oi divulgou hoje (12) comunicado ao mercado no qual reitera não ter sido avisada sobre as aplicações da Portugal Telecom SGPS na empresa Rioforte. No documento, afirma também que vai pedir a Zeinal Bava, CEO da empresa quando da compra dos papeis da Rioforte pela PT, esclarecimentos sobre o ocorrido. Bava é citado em relatório da PriceVaterhouseCoopers, embora a consultoria não indique responsáveis pelos investimentos no Grupo Espírito Santo.

Segundo a Oi, as aplicações realizadas na Rioforte foram implementadas antes da subscrição e à integralização do capital da Oi pela PT SGPS, ocorridas no final de abril e início de maio de 2014. O investimento da PT na Rioforte terminou em calote por parte desta última, que deixou de pagar 897 milhões de euros.

Com a descoberta do negócio, a Oi forçou a revisão do acordo de fusão com a PT, reduzindo a participação da portuguesa para 25,6% na CorpCo, a empresa resultante. O calote também obrigou a PT a se reestruturar, separando a parte operacional da parte endividada.

PUBLICIDADE
Anterior CPTM adota soluções de BI para tomada de decisões
Próximos Ancine vai destinar R$ 60 milhões às TVs Públicas