Oi vai pagar R$ 2 bilhões a acionistas dissidentes


A Oi S.A. comunicou, nesta quinta-feira (5), a conclusão da apuração do exercício do direito de retirada pelos acionistas minoritários da Tele Norte Leste Participações S.A. (“TNL”) e Telemar, que não concordaram com a reorganização societária da companhia, aprovada em 27 de fevereiro deste ano. Ao todo, a Oi vai desembolsar R$ 2 bilhões aos acionistas dissidentes, donos de 39,3 milhões de ações. A previsão inicial era de que esse desembolso chegasse a R$ 3,5 bilhões.

 O valor do reembolso será pago no próximo dia 9, mesma data em que será pago o valor do resgate das ações resgatáveis da Oi. As ações reembolsadas serão substituídas por ações OIBR3 e OIBR4, de acordo com as relações de substituição aprovadas em 27 de fevereiro de 2012, e mantidas, neste momento, em tesouraria pela companhia.

Em outro comunicado ao mercado, a Telemar Participações informa que passou a ter 56,43% do capital votante e 17,7% do capital total da Oi após a reorganização societária.

 

Com a simplificação acionária, passou a existir apenas uma empresa listada em bolsas de valores no Brasil (BMF&Bovespa) e no exterior (New York Stock Exchange – NYSE), a Oi S.A., com ações ordinárias e preferenciais. Antes, eram o três companhias com sete diferentes classes e espécies de ações.

 

Anterior Pesquisa aponta aumento nos serviços de VoIP
Próximos Teles querem saber como serão remuneradas pela perda bilionária a ser gerada pelo telefone popular (Aice)