Oi vai investir R$ 1 bi na expansão dos serviços na região II


A Oi planeja investir cerca de R$ 1 bilhão na expansão da cobertura e no lançamento de serviços na região II, que abrange o Distrito Federal e os estados de Tocantins, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A consolidação da atuação nacional da companhia …

A Oi planeja investir cerca de R$ 1 bilhão na expansão da cobertura e no lançamento de serviços na região II, que abrange o Distrito Federal e os estados de Tocantins, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A consolidação da atuação nacional da companhia foi anunciada hoje, com o lançamento da marca na região da antiga Brasil Telecom.

O presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, explicou que a atuação nacional é fundamental para a estratégia da empresa. "A partir de agora, passamos a competir em igualdade de condições com os nossos concorrentes, que estão entre as maiores empresas no cenário mundial de telecomunicações."

A companhia vai instalar mais de 770 estações rádio-base para aumentar a cobertura na região, além de ampliar a capacidade dos equipamentos já existentes. Segundo a empresa, em menos de um mês, foram vendidos mais de 600 mil Oi chips na região II.

Migração gradual dos serviços

Com o lançamento dos serviços da Oi na região II, os serviços da Brasil Telecom serão substituídos de maneira gradual e em fases. A primeira ação implementada pela Oi foi o desbloqueio de aparelhos móveis. Desde fevereiro, mais de 200 mil celulares já foram desbloqueados na região. No dia 24 de abril, a Oi lançou a oferta de pré-venda, disponibilizando seu plano pré-pago na região.

Nas etapas seguintes, a empresa passará a comercializar seus demais serviços: Oi Conta (planos móveis pós-pagos), Oi Fixo (telefonia fixa) e Oi Velox (banda larga), também com novidades e ofertas vantajosas para os clientes. Vale ressaltar que, ao lançar o novo portfólio, os serviços da BrT serão mantidos inicialmente. A migração será uma escolha do cliente.

A operadora está veiculando duas campanhas: uma para o Sul e outra para o Centro-Oeste e Norte (Rondônia, Acre e Tocantins). Ambas seguem o modelo Ligador, que traz ofertas para os clientes do plano pré-pago. (Da redação)

Anterior GDF dá benefício fiscal à Oi, em troca de investimentos.
Próximos Polícia identifica rede clandestina de TV a cabo em São Paulo