Mais de 85% dos usuários têm contrato de celular errado


 

Com o objetivo de simplificar o processo de pesquisa dos clientes pelo melhor plano do ponto de vista financeiro, a Teleco e a Pricez, empresa de pesquisa e inteligência em telecomunicações, apresentaram hoje os resultados da pesquisa Prêmio Melhor Oferta – Dia das Mães 2012. “Existem mais de 40 milhões de combinações de planos e promoções por DDD. É impossível que um cliente, manualmente, examine todas e consiga achar o melhor preço. E atualmente 87% das pessoas estão com o contrato de celular errado, perdendo, em média, R$ 980 por ano”, explica Diego Oliveira, presidente da Pricez. Pela pesquisa, a Oi foi a que apresentou as promoções mais baratas no pré e pós-pagos.

 

 

“Fizemos uma compilação dos planos usando um avançado software de pesquisa, e colocamos todo o conteúdo no site”, afirmou o executivo.

O consumidor pode, com base no seu perfil de usuário – quantidade de chamadas de longa distância, número de SMS enviados, tipo de plano desejado, volume de dados acessado –, descobrir qual a melhor oferta dentre as operadoras disponíveis. Para coroar a iniciativa, foram concedidos prêmios para as melhores opções de planos nas categorias pré e pós pago. No pré pago, a operadora Oi com seu plano Cartão Ilimitado liderou o ranking para as recargas mensais de R$ 30 e R$ 20, com bônus de até dez mil minutos. Para as recargas de R$ 10, o plano da TIM Infinity Pré foi o mais vantajoso para o cliente, com 80 minutos de bônus.

Na categoria pós pago para clientes de alto consumo (mais de 300MB de dados, 40% das chamadas para outras operadoras, e mais de 240 SMS por mês) o mais em conta para o bolso do cliente foi o pacote Oi À Vontade 600, que custa R$ 308. No perfil de médio consumo, a Oi também levou o prêmio, com o À Vontade 110, ao preço de R$ 129. E para o usuário de baixo consumo, o plano pré pago continua sendo a melhor opção, com o Claro Fala + Brasil com bônus, que custa R$ 42.

O prêmio será concedido quatro vezes ao ano, no Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia das Crianças e Natal, datas nos quais a maior parte dos celulares é comercializada. “Esperamos com isso oferecer os mecanismos para que o consumidor final tome a melhor decisão possível”, explica Eduardo Tude, presidente da Teleco. “No Brasil ainda temos um plano tarifário muito distorcido. O minuto dentro da rede da própria operadora é um dos mais baratos do mundo. Já o custo do minuto off net (de uma operadora para outra) é dos mais caros”.

Anterior Leilão das faixas de telefonia rural e 4G será dia 12 de junho
Próximos Google oferece serviço de armazenamento na nuvem com até 1TB