Oi, Telefônica e provedores de internet perdem mercado de banda larga fixa em agosto


Conforme a Anatel, o grupo mexicano mantém a liderança na banda larga fixa brasileira
Conforme a Anatel, o grupo mexicano mantém a liderança na banda larga fixa brasileira

O Brasil fechou agosto com 23,45 milhões de acessos de banda larga fixa, o que representa 35,83% das residências brasileiras, informa a Anatel. E na disputa pelo mercado, Oi e Telefônica  e os pequenos provedores de internet perderam fatia, enquanto o grupo Telmex e a  GVT  ampliaram sua participação.

As empresas do grupo mexicano (Claro, NET e Embratel)  ampliaram para 7,213 milhões de acessos banda larga fixa, contra 7,125 milhões em julho deste ano, mantendo a liderança no segmento. A GVT cresceu de  2,786 milhões de acessos para 2,826 milhões.

Já o grupo espanhol Telefônica Vivo perdeu clientes. Os acessos em julho eram  4,378 milhões e caíram para 4,343 milhões. O mesmo ocorreu com a Oi, que embora tenha apresentado um ligeiro crescimento no número de acessos vendidos, (de 6,534 milhões para 6,537 milhões) acabou perdendo Market Share, porque cresceu menos do que suas concorrentes.

Os provedores de internet também perderam cotas de mercado, caindo de 1,8 milhões para 1,737 milhões de linhas conectadas.

Tecnologia

A tecnologia XDSL continua a liderar o mercado de banda larga brasileiro, com mais de 13 milhões de linhas, ou 56,93% do mercado, seguida pelo cable modem, com 7,252 milhões de acessos. A fibra óptica, embora com pequena participação (apenas  3,62%) registra crescimento mês a mês. Em agosto, foram 849 mil linhas contra 825 mil de julho.

Conforme a Anatel, o grupo mexicano mantém a liderança na banda larga fixa brasileira
Anterior Horizons inicia provimento de internet em São José dos Campos
Próximos Anatel adjudica lotes do leilão da faixa de 700 MHz