Oi quer fazer caixa para adquirir fatia da TIM com venda de participação na Unitel


A Oi está oferecendo no mercado sua participação na Unitel – maior operadora móvel de Angola – por US$ 2,5 bilhões, informa o jornal português Negócio. A tele brasileira detém 25% da angolana, transferidos da Portugal Telecom no processo de fusão. O objetivo é fazer caixa para comprar fatia da TIM.

A s ações da Unitel serão oferecidas para os demais sócios, como determina o estatuto social da empresa, como a empresária Isabel dos Santos e a petrolífera estatal Sonangol. O Banco BTG Pactual, que está formatando uma proposta para a Telecom Italia para a compra da TIM, também está aconselhando a Oi nesse negócio.

A venda da Unitel pela Oi acontece depois de várias disputas que a PT e  acionistas da operadora angolana tiveram desde 2007, e agravou-se quando a PT anunciou a fusão com a Oi em outubro de 2013. “Num desses episódios, em abril passado, três dos acionistas angolanos da Unitel – Isabel dos Santos, a Mercury e a Vidatel – escreveram uma carta à administração da Portugal Telecom, dizendo que queriam comprar os 25% da Unitel até o final do mês, mas a PT não deu resposta a esta solicitação”, diz a matéria.

Anterior Governo destina mais recursos para o MiniCom em 2015
Próximos Pressionada pela justiça, Anatel vai discutir regulamento para acessibilidade