shutterstock_Sergey Nivens_radiodifusao_TV_paga_TV_device_TV_na_Copa_Copa

A queda constante no número de assinantes de TV paga no mercado brasileiro não diminui a competição no setor. E o agressivo posicionamento da Oi nesse segmento de mercado poderá fazer com que alce, ainda este ano, o terceiro lugar, desbancando a Telefônica.

Conforme os dados de março, divulgados pela Anatel, as operadoras Oi, Telefônica e Sky apresentaram crescimento de base  em relação a fevereiro, com a Telefônica crescendo mais. Mas se comparado o desempenho ano a ano, a Oi galga market share de maneira mais acelerada. Em um ano, a Oi aumentou 12,96% seu market share, enquanto a Telefônica perdeu 4,47% de seu mercado.

Conforme a Anatel, o mercado encolheu em março 5,71% ano-a-ano, saindo de 18,932 milhões de clientes em março de 2017 para 17,851 milhões. Em relação a fevereiro deste ano, a queda foi de apenas 0,01%, ou seja, o mercado se manteve estável nesses dois meses.

Mas a fatia de mercado das duas empresas está quase igual. Enquanto a Telefônica tem 8,89% do mercado, a Oi alcançou 8,55%.

Se a disputa está acirrada pela terceira colocação, os dois maiores grupos do setor continuam liderando com folga o mercado. O grupo Claro Brasil (NET e Embratel) continua com mais da metade do mercado (50,27%), ou com 8,973 milhões de clientes. A Sky, da AT&T, fica em segundo lugar, com fatia de mercado de 29,68% e 5,298 milhões de clientes.