Oi pede para listar direitos de subscrição de ações na NYSE


A Oi protocolou na SEC, xerife norte-americana do mercado de capitais, pedido para promover o aumento de capital da companhia também nos Estados Unidos. A operadora quer listar na bolsa de Nova York papeis que dão direito à subscrição de ações ordinárias quando houver o aumento. Conforme o plano de recuperação judicial, a companhia tem até fevereiro para ampliar em R$ 4 bilhões o capital social, com a emissão de novas ações e entrada de dinheiro novo no grupo.

Caso o pedido seja aceito pela SEC e pela NYSE, as ações ordinárias da Oi serão negociadas sob o ticker OIBR-C. A venda dos direitos de subscrição acontecerão apenas por meio de prospecto, informa a companhia, que não informou quantas ações ou valores espera movimentar com a operação nos EUA.

“Ainda não há definição sobre o número de Ações Ordinárias a serem ofertadas, o preço de emissão, o número de ações que cada acionista poderá subscrever, as datas de corte para a distribuição dos direitos de subscrição aos titulares de Ações Ordinárias, Ações Preferenciais e ADSs, as datas em que tais direitos de subscrição serão emitidos, e a data em que tais direitos expirarão, o que será divulgado oportunamente no Brasil, por meio de um Aviso aos Acionistas”, escreve a empresa, em comunicado o mercado destinado à CVM brasileira.

A empresa lembra que o direito de subscrição será oferecido, antes, a todos os atuais acionistas.

Anterior Emissoras de TV pedem para Anatel e Ancine barrar compra da Time Warner pela Sky/AT&T
Próximos Facebook será co-proprietário de cabo submarino que liga Brasil e Argentina