Oi nega intenção de comprar a GVT


Em comunicado enviado a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Oi nega interesse na compra da GVT em função das “atuais condições financeiras do negócio”. Mas informa que “examina permanentemente novas oportunidades de negócios, incluindo participação em empresas de telecomunicações, a exemplo daquelas realizadas recentemente, sempre no âmbito do marco regulatório em vigor”.

O comunicado da prestadora brasileira foi apresentado em resposta ao pedido de esclarecimentos da CVM sobre notícia veiculada em jornal de circulação nacional, que informava o interesse da Oi na GVT, colocada à venda pela empresa francesa Vivendi. O valor pedido é de 7 bilhões de euros (US$ 8,9 bilhões), o que pode dificultar a negociação.

Agências de notícias internacionais já anunciaram o interesse da a mexicana América Móvil, a americana DirecTV e a Telecom Itália, dona da TIM no Brasil, na operadora. Segundo as informações, essas empresas já mantêm conversas iniciais sobre o processo de venda da GVT pela Vivendi. (Da redação)

Anterior Uso de recursos do Fust para banda larga entra na pauta da Câmara
Próximos Justiça nega liminar a TIM para manter promoção suspensa pela Anatel