Oi lucra R$ 315 milhões no 3º trimestre de 2012


No trimestre anterior, a companhia obteve R$ 64 milhões de lucro, impactado pela reestruturação societária. De acordo com a companhia, a alta foi resultado do crescimento do Ebitda (lucro antes de juros, impostos e amortizações) em 2,1%, atingindo R$ 2,2 bilhões e pela redução em 20% dos custos financeiros.

 

De acordo com a Oi, o lucro líquido real nos noves meses foi de R$ 1,4 bilhão, porém os efeitos da amortização da mais valia da aquisição da Brasil Telecom em 2009. A contabilização desse resultado, porém, depende da aceitação da reivindicação da companhia junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), requisitando a baixa desta mais valia contra a reserva equivalente no patrimônio líquido, com o objetivo de tornar o balanço claro e comparável com o dos pares de mercado. A expectativa do presidente da Oi, Francisco Valim, é de que o pleito seja atendido até o fechamento do balanço.

A receita líquida da companhia alcançou R$ 7 bilhões, revertendo resultados negativos registrados nos últimos dois anos. De acordo com o presidente da Oi, a alta de 1,5% é resultado, principalmente, da diminuição da queda dos usuários de telefonia fixa, do crescimento da banda larga e aceleração das vendas de TV por assinatura. A performance se deveu a abertura de mais lojas, regionalização das decisões e um marketing melhor.

Valim disse que nesse trimestre, a Oi passou para a terceira posição entre as operadoras móveis em receita. A alta se deveu ao crescimento da receita líquida desse segmento, que cresceu 10,7% frente ao trimestre anterior. Ele disse não houve efeitos negativos na parada das vendas de serviços móveis imposta pela Anatel, entre julho e agosto, porque atingiu uma parte pequena dos negócios da empresa. “O maior impacto foi na imagem da companhia”, disse.

 

Anterior Votação do Marco Civil é adiada para a próxima semana
Próximos Oi lança em dezembro venda restrita de 4G no Rio