Oi lança cartão pré-pago no celular em parceria com Banco do Brasil e Cielo


 

A Oi anunciou nesta segunda-feira (13) mais um passo em sua estratégia de pagamento móvel. A operadora que mantém uma parceria com Banco do Brasil e Cielo para pagamentos móveis e já oferecia aos seus clientes o cartão de crédito Oi – tanto na versão física quanto no celular – agora dispõe também de um serviço de cartão pré pago, o Oi Carteira. A solução está disponível em um primeiro momento a clientes pré-selecionados e será lançado em fases, informou a companhia, sem divulgar o cronograma. A MFS, joint-venture da Telefônica e MasterCard, já mantém testes de sua versão de cartão pré-pago e marcou para amanhã evento de lançamento de um produto. A Claro, do grupo América Móvil, também avança nesta área após um acordo com o Bradesco.

 

O Oi Carteira permite ao cliente realizar compras em cerca de um milhão de estabelecimentos credenciados à Cielo; recargas de minutos para o pré-pago Oi e transferência de dinheiro para outros clientes do serviço. Além disso, é possível fazer saques em terminais de autoatendimento Banco do Brasil e nos correspondentes bancários Mais BB.

O Oi Carteira funcionará em qualquer tipo de celular com chip Oi, tanto smartphones quanto feature phones, uma vez que as transações acontecem via tecnologia S@t Push, na qual as mensagens são criptografadas e não ficam armazenadas no celular. “A rede da Oi está preparada para suportar o tráfego que será gerado pelo uso do Oi Carteira e todos os chips da operadora estão preparados para as transações mobile”, informou a operadora em nota.

O serviço terá tarifa mensal de R$ 8,00 que permite realizar cargas de dinheiro, recargas de minutos e transferências ilimitadas, além de um saque por mês. As tarifas serão revertidas em bônus em minutos para ligações de celulares pré-pagos Oi para outros celulares Oi e para telefones fixos. Para realização de mais de um saque ao mês, será cobrado mais R$ 1,00 por transação, valor debitado do saldo disponível no cartão. Para emitir o cartão tradicional, o cliente paga uma tarifa única de R$ 10,00, que também será revertida em bônus em minutos. (Da redação)

Anterior Ministérios Públicos federal e estadual atuarão conjuntamente em prol do consumidor
Próximos Vivo fecha acordo com Apontador para impulsionar site de divulgação de PMEs