Oi investe R$ 50 milhões na infra da Rio+20


Rede de Wi-Fi aberta com capacidade para suportar o acesso simultâneo de 67 mil usuários; 1,8 mil pontos cabeados de internet fixa; 1,4 mil PCs e tablets e reforço com pelo menos mais duas estações radiobase para o celular no RioCentro é a infraestrutura que a Oi montou para suportar as comunicações da Rio+20, evento para o qual ganhou a licitação promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

 

Segundo o presidente da Oi, Francisco Valim, a empresa investiu R$ 50 milhões para atender todos os pontos de concentração do evento.

 

Nesta segunda-feira o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, visitou as instalações no RioCentro, onde ocorrerá a programação oficial da ONU e se disse satisfeito com os três centros de atendimento e de segurança a serem utilizados pela operadora durante o evento.

Segurança

 

O funcionamento e desempenho da rede de telecomunicações e TI montada para a Rio+20 serão constantemente monitorados por especialistas técnicos da Oi a partir do Network Operation Center (NOC), base montada no Riocentro; do Centro de Gerenciamento de Rede (CGR) da companhia, em Botafogo, no Rio; e também de uma central na cidade de São Paulo.

 

A infraestrutura de telecom e TI fornecida para a Rio+20 será controlada também pelo Centro de Gerência de Segurança (CGS) da Oi, que implantará postos de vigilância 24 horas e acompanhará as imagens de câmeras de monitoramento de rede instaladas nos locais de realização do evento e em demais pontos estratégicos do Rio. Dando suporte ao trabalho de inteligência da companhia, o CGS acompanhará ininterruptamente o funcionamento da rede da Oi utilizando sistema de geoprocessamento e disponibilizará equipes de pronta resposta para prestar atendimento em até 20 minutos.

 

Anterior PromonLogicalis implementará rede WiFi da TIM
Próximos Bernardo inclui telecomunicações no novo pacote de investimentos de Dilma