Oi está homologando chip Magazine Luiza


 
A Magazine Luiza lançou em outubro de 2012 um chip co-branded com a Claro, que traz um menú especial com ofertas de produtos, além de permitir acesso gratuito a redes sociais e à loja virtual do grupo. De lá para cá, a companhia registrou 3 mil cliques no menú Luiza em celulares, uma média de 15 cliques na internet por usuário, sendo que 60% da base de chips co-branded se relacionam diariamente com o menú Luiza. Para a companhia, esta é uma forma de comunicação direta e de relacionamento com seu consumidor, explicou Rogério Bruxelas, diretor de marketing do Magazine Luiza e responsável pelo projeto, durante o Tela Viva Móvel 2013, realizado esta semana em São Paulo.

Mas este é apenas o início do projeto de chips co-branded, afirmou o executivo. O objetivo da rede varejista é vender apenas estes dispositivos em suas lojas em um futuro próximo. Para isso, vem mantendo diálogo com as outras três grandes operadoras, sendo que o produto já está sendo homologado na Oi e o trabalho está avançado na parceria com a Tim. Segundo o diretor de marketing, em três ou quatro meses os chips co-branded com essas operadoras chegarão ao mercado. “Nossa parceria com a Claro foi mais rápida porque eles já utilizavam o sistema da Gemalto [parceria no projeto com a solução de SIM-Card], mas esperamos ampliar para todas as operadoras”, declarou. 

A Magazine Luiza vendeu nos últimos cinco anos um total de 10 milhões de chips, uma média de 2 milhões de chips por ano. Bruxelas explicou que o Magazine considerou se tornar um operador virtual móvel (MVNO), mas isso fugiria do foco do negócio, as vendas, e poderia colocar em risco a marca. 

 

Anterior Leilão da Adatel é novamente adiado
Próximos Globosat prepara lançamento de mais um canal VOD