Oi espera obter créditos fiscais de R$ 3 bilhões


A Oi também espera se beneficiar da decisão judicial sobre a incidência do ICMS no cálculo de PIS/Cofins que devolveu a Vivo e TIM bilhões de reais. No caso da concessionária carioca, a expectativa, segundo o CFO Carlos Brandão, é obter créditos fiscais que somem R$ 3 bilhões. Também conforme o executivo, a operadora já está pedindo a reparação no STF, e a expectativa é de resultado positivo.

O comentário foi realizado durante a conferência de resultados da Oi, ocorrida na tarde desta quarta-feira, 14. Brandão também falou que espera reflexos positivos da aprovação do PLC 79, que pode acontecer na próxima semana, mas evitou detalhar quais os múltiplos serão mais afetados para melhor.

PUBLICIDADE

Capex

O executivo avisou também que vai ampliar o investimento feito até agora, já antecipando o aporte de dinheiro novo na companhia, que se inicia na próxima semana. No ano, a Oi registrou Capex de cerca de R$ 4 bilhões. “Esperamos encerrar o ano com Capex total de cerca de R$ 6 bilhões”. O dinheiro será usado na construção da rede de acesso FTTH, dentro do plano de reuso de rede metro da companhia. E também no móvel.

Ele afirmou que a Oi segue com seu projeto de refarming da frequência de 1,8 GHz. O espectro, antes usado no 3G, está sendo redestinado para uso no 4,5 G. Atualmente, são quase 800 ERBs modificadas no país. Sua projeção é terminar o ano com 1 mil delas aptas ao LTE-Advanced.

Anterior MCTIC regulamenta aplicação de recursos de P&D por fundos
Próximos Telefonia fixa encolhe 0,89% em setembro