Oi e PM farão reconhecimento facial e de placas durante o Carnaval no Rio


A Oi iniciou um projeto-piloto com tecnologia de reconhecimento facial e de placas de carro a partir de imagens captadas por câmeras de segurança. O projeto é tocado em parceria com a PM-RJ, que vai receber as informações dos dados analisados.

O reconhecimento será restrito a Copacabana, e começou hoje, 1º. Ao todo 100 policiais vão operar o sistema, que faz análise em tempo real das imagens coletadas por câmeras fixas e móveis.

Segundo a PM, o sistema vai procurar e alertas para a identificação de pessoas que tenham mandado de prisão em aberto ou veículos roubados. Policiais em patrulha local serão então orientados a se deslocar ao encontro da pessoa ou veículo identificado para efetuar a prisão ou apreensão.

A Oi não será paga para fornecer o serviço, diz a PM, conforme o Termo de Cooperação assinado com a secretaria de segurança do estado. Mas, se o resultado for aprovado, “o projeto servirá de base para o termo de referência de uma futura licitação, com a possibilidade de participação de outras empresas”, diz a PM-RJ.

A análise das imagens será feita até as 8h da Quarta-feira de Cinzas, e nos dias 9 e 10 de março. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Nunes: Brasil precisa provar que tem ambiente competitivo e favorável a novos negócios
Próximos MCTIC quer multiplicar o número de startups