Oi e Nokia Networks firmam parceria para desenvolver Internet das Coisas na AL


Imagem: Camila Sipahy, baseado em Freepik
Imagem: Camila Sipahy, baseado em Freepik

A Oi e Nokia Networks fecharam parceria para desenvolvimento de projetos em Internet das Coisas (IoT). As duas empresas já assinaram Memorando de Entendimento e estão criando um Grupo de Trabalho para o estudo de soluções e oportunidades em IoT.

A ideia é desenvolver projetos em conjunto e testar soluções inovadoras nesse campo. Os investimentos serão custeados por um fundo que servirá para financiar projetos ligados ao segmento de IoT em áreas como Agronegócio, Carros Conectados, Casas e Cidades Inteligentes, e-Health, dentre outros.

As empresas criarão um laboratório no Rio de Janeiro, que será o primeiro da América Latina a trazer soluções com base na tecnologia LTE- M (comunicação máquina a máquina (LTE-M). Com inauguração prevista para o primeiro trimestre de 2016, a proposta é que o ambiente técnico desenvolva projetos que atendam às necessidades de conectividade dos sistemas de comunicações futuras.

Por meio do laboratório IoT, a Nokia Networks e a Oi também se envolverão em colaboração ativa com principais players da indústria brasileira. As empresas promoverão a geração de conhecimento e pesquisas conjuntas com universidades e institutos de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) para alavancar o desenvolvimento e a consolidação de um ecossistema brasileiro de IoT. A expectativa é que a partir de 2016, a Oi já tenha soluções comerciais para apresentar ao mercado.

A Oi investirá este ano cerca de R$ 20 milhões em projetos de alta tecnologia, o que representa um aumento de 20% em relação ao volume investido nessa área ao longo do ano passado.

Os principais objetivos do Laboratório de IoT será criar soluções de Internet das Coisas para celulares e futuras aplicações LTE-M para satisfazer as exigências de comunicações conforme o tipo de máquina; cria produtos para os setores de saúde, segurança, automotivo, segurança pública, internet industrial e cidades inteligentes.

“As soluções inovadoras que pretendemos desenvolver, que serão em grande parte suportadas por este novo laboratório de IoT, em cooperação com a Nokia Networks nos permitirão avançar com novas ideias de tecnologia, para colocar o Brasil no mapa global em termos do desenvolvimento da Internet das Coisas”, afirma Pedro Falcão, diretor de Tecnologia de Rede e Sistemas da Oi.

“A Nokia Networks prevê que 50 bilhões de dispositivos estarão conectados em 2025, e isso será, em grande parte, impulsionado pela Internet das Coisas. De carros, eletrodomésticos e smartphones, até equipamentos industriais e de monitores de saúde, os dispositivos farão combinações de maneiras extraordinárias, que melhorará a vida das pessoas e criará novas possibilidades para as empresas. Por meio desta colaboração com a Oi, vamos desenvolver as soluções certas e tecnologia móvel para capturar novas e emocionantes oportunidades em TI”, afirma Dimitri Diliani, diretor de Mercado para a América Latina da Nokia Networks. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Superintendência-Geral do Cade pede condenação de cartel de vidros para tubo de imagem
Próximos Governo quer resolver concessão de telefonia fixa até março de 2016

1 Comment

  1. MARIA SONIA PADILHA QUEIROZ
    19 de novembro de 2015

    BOA NOITE .
    ESTOU NO AGUARDO DAS NOVIDADES SERÃO BEM VINDAS PARA TODOS
    ATENCIOSAMENTE
    SONIA