Oi diz que não recusou a proposta de Sawiris


300px-Checkmate2A Oi divulgou comunicado ao mercado na noite de sexta-feira, 03, na qual desmente a informação de que o conselho de administração da companhia recusou a proposta de recuperação da empresa feita por Naguib Sawiris.

“Não houve decisão sobre qualquer proposta específica, inclusive sobre a proposta de investidor mencionada”, escreve Ricardo Malavazi, diretor de finanças e relações com investidores da Oi. Ele reitera que não houve nenhuma mudança, ainda, no plano de recuperação judicial apresentado pela companhia em setembro de 2016.

Na última semana, o conselho de administração da Oi se reuniu para debater as propostas na mesa sobre a recuperação da empresa. Sawiris, que tem o apoio de grupo de credores internacionais reunidos pela assessoria financeira Moelis & Co., foi por enquanto o único a formalizar um plano alternativo de recuperação.

Na reunião do conselho de administração da Oi, a Laplace, consultoria financeira contratada para assessorar as negociações com credores, apresentou análise da proposta de Sawiris, e também sugeriu alterações que poderiam acontecer no plano da própria Oi. Inclusive, a companhia afirma que a possibilidade de pagar até 50% de suas dívidas com ações continua em estudo.

A Oi entrou em recuperação judicial em junho. A operadora declarou, à época, endividamento de R$ 65,4 bilhões, tendo como caixa cerca de 10% desse montante. Apresentou em setembro, a credores, um plano de recuperação que foi duramente criticado. Desde então vem negociando com o governo e recebido propostas ou sondagens sobre como repactuar a dívida. Além do grupo de Sawiris e Moelis, o fundo Elliott manifestou interesse em investir na companhia, embora não tenha formalizado sua proposta.

Anterior MCTIC confia na aprovação do PLC 79 pelo plenário do Senado. Oposição quer levar para comissões.
Próximos CPqD cria Comitê de Inovação