Oi continua proibida de assinar TAC, diz Dantas, do TCU


shutterstock_ Nonwarit_Regulacao_anatel_congresso_nacionalA liberação da assinatura do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) da Telefônica, e o fim da anuência prévia para os demais acordos a serem assinados pela Anatel, não muda a situação da Oi, afirmou hoje, 27, o ministro do TCU, Bruno Dantas.

Segundo o ministro, a cautelar emitida por ele que proibia a assinatura do acordo entre a agência reguladora e a Oi no primeiro TAC enviado ao Tribunal, foi aplicada porque inexistiam salvaguardas que pudessem comprovar que os investimentos seriam realmente feitos, devido ao quadro de deterioração nas contas da operadora.

“Agora, o TAC da Oi está proibido porque a empresa está em Recuperação Judicial”, afirmou Dantas.

 

Anterior TCU libera TAC da Telefônica, que deve ser assinado este ano
Próximos Conselho de administração da Oi debate novo plano de recuperação, mas adia a divulgação