Oi cancela distribuição de dividendos


Em comunicado divulgado ontem à noite a concessionária brasileira Oi anunciou o cancelamento da distribuição de dividendos para o período de 2013 a 2016, cancelando assim a decisão de seu conselho de administração anunciada em 13 de agosto do ano passado, quando o conselho estimou pagamento de R$ 500 milhões em dividendos relativos a este período. Esta decisão foi anunciada após o presidente da empresa ter se reunido com o ministro das Comunicação, Ricardo Berzoini, e ter afirmado ao Tele.Síntese que este seria um ano “desafiador”.

Em comunicado divulgado ontem à noite a concessionária brasileira Oi anunciou o cancelamento da distribuição de dividendos para o período de 2013 a 2016, cancelando assim a decisão de seu conselho de administração anunciada em 13 de agosto do ano passado, quando o conselho estimou pagamento de R$ 500 milhões em dividendos relativos a este período. Esta decisão foi anunciada após o presidente da empresa ter se reunido com o ministro das Comunicação, Ricardo Berzoini, e ter afirmado ao Tele.Síntese que este seria um ano “desafiador”. 

Na época do comunicado sobre os dividendos, a Oi  informava que este valor era o mínimo necessário para pagar os dividendos de 25% sobre o lucro líquido do exercício ajustado, ou 3% do patrimônio líquido ou 6% do capital social, o que for maior. Para os acionistas – principalmente os minoritários – esta notícia não é nada agradável, pois além de as ações caírem continuamente, deixam de receber o que havia sido prometido. Mas, no longo prazo, a empresa fica melhor protegida, pois esses recursos podem ser canalizados para a ação estratégica da empresa.

A altíssima dívida da Oi (mais de R$ 45 bilhões ) e a sua grande dificuldade de investir em novos negócios e modernização da rede é motivo de forte preocupação da Anatel. As negociações dos TACs (Termos de Ajustamento de Conduta) que vão transformar as fortes e pesadas multas da operadora em novos investimentos em áreas não rentáveis estavam muito difíceis de serem negociadas, quando a agência entendia não haver interesse por parte da concessionária. Mas agora, tudo indica que o novo presidente tomou as rédeas da situação e o cancelamento desta distribuição de dividendos é um bom sinal para o governo, e mesmo para a empresa.

As ações da Oi caíram muito ontem, e hoje abrem a bolsa também em queda. As ações da PT, sócia da Oi, também têm queda de 5,7%.

Anterior Amazon vai enfrentar Microsoft e Google no email corporativo
Próximos Anatel dá licença para Assembleia de Deus ser operadora de celular virtual na rede da Vivo