Oi anuncia quinta-feira as novas condições de troca das ações da BrT


A Oi vai retomar a incorporação das ações da Brasil Telecom, suspensa desde 15 de janeiro. Na próxima quinta-feira (25) a operadora vai relançar as condições da oferta para a troca das ações, calculada pelo banco Credit Suisse. A proposta será submetida aos acionistas minoritários antes de ser efetivada. Em janeiro, após auditoria contratada da …

A Oi vai retomar a incorporação das ações da Brasil Telecom, suspensa desde 15 de janeiro. Na próxima quinta-feira (25) a operadora vai relançar as condições da oferta para a troca das ações, calculada pelo banco Credit Suisse. A proposta será submetida aos acionistas minoritários antes de ser efetivada.

Em janeiro, após auditoria contratada da BDO Trevisan, a Oi constatou um esqueleto judicial de R$ 1,29 bilhão da BrT, referente aos antigos planos de expansão do sistema Telebrás.Ou seja, identificou que a quantidade de processos transitados em julgado e desfavoráveis à BrT era maior do que se estimava anteriormente.

A troca das ações da BrT era uma das últimas etapas da fusão; seu objetivo era simplificar a estrutura societária das empresas. A compra da BrT custou cerca de R$ 12 bilhões à Oi. (Da redação)

Anterior MPF/SP abre consulta pública sobre qualidade dos serviços de banda larga móvel
Próximos A Telefónica e o celular brasileiro voltam a provocar especulações na Europa