Oi amplia redundância de rede em Rondônia, Mato Grosso e Goiás


rede oi redundancia fibra backbone norte centro oesteA Oi fechou um acordo para utilizar a estrutura física e a capacidade de rede de empresas parceiras no Centro-Oeste. Na prática, o projeto, chamado de “swap” ou “compartilhamento de fibra ”, amplia a capacidade de tráfego de dados e oferece uma terceira rota alternativa de tráfego (redundância), reduzindo de forma expressiva as interrupções dos serviços ocasionadas por obras de terceiros nesses estados.

A parceria prevê o uso de cerca de 790 km quilômetros de fibra ótica de uma operadora nos trechos entre Rondonópolis (MT) e Mineiros (GO) e entre Rio Verde e Goiânia (GO). O projeto também utiliza a capacidade de rede de um trecho de 1.656 km de outra parceira, com o recebimento de 100Gb entre Porto Velho, em Rondônia, na região Norte, e Cuiabá (MT) e 200Gb entre Cuiabá e Rondonópolis.

Assim, os serviços de comunicação de dados, banda larga e telefonia móvel de clientes do Mato Grosso e Rondônia, ocasionalmente afetados por duplos rompimentos, ficam mais protegidos. A proteção beneficia também os Estados do Acre e Mato Grosso do Sul, devido à rota da fibra que atravessa os três estados. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Furukawa lança cabo metálico 25% mais fino
Próximos Lucro da Telefônica Brasil cresce 179% no primeiro trimestre

2 Comments

  1. ERICK NILSON CORREA E SILVA
    27 de Abril de 2016

    Interessante materia! Gostei!

  2. Francisco
    28 de Abril de 2016

    Olá. Bonito no papel. Mas na realidade a coisa não é assim tão bonita. Moro em Aripuanã-MT e os serviços da tele aqui estão de ruim a péssimo, o sinal que chega aqui na cidade é todo via rádio. Há uma torre que caiu por forças da natureza em outubro de 2015 e até o momento não foi reerguida. Estamos operando por um “gambiarra” que foi feita em caráter de emergência. Temos uma carência de dados, enorme aqui na cidade.