Oi aguarda licenciamento de 81 ERBs próprias em São Paulo


Também convocado pela CPI das Antenas, realizada pela Câmara dos Vereadores de São Paulo, o presidente da Oi, Eurico Teles, afirmou que a companhia utiliza 774 ERBs na cidade. Desse total, 578 são alugadas e compartilhadas com outras operadoras. De propriedade da operadora, há 196 unidades. Destas, 81 foram licenciadas, ou seja, 42%. O restante, disse, espera conclusão do processo de licenciamento por parte da prefeitura.

Como nas reuniões anteriores, os parlamentares apresentaram dados sobre a dívida das empresas de telefonia com o município. De acordo com informações da PGM (Procuradoria-Geral do Município), que apresenta somente valores da Dívida Ativa, o montante devido pela Oi é de R$ 7,8 milhões. Tele afirmou que há interesse da Oi em quitar suas dívidas, e mencionou o processo de recuperação judicial como resultado desse propósito.

O presidente da CPI, vereador Claudinho de Souza (PSDB), afirmou que a reunião com os executivos da Oi mostrou a necessidade de o município criar uma legislação moderna para resolver o problema de instalações irregulares. “Se o serviço não é bom, as pessoas trocam de operadora. Mas para que as empresas melhorem o serviço, elas precisam instalar antenas, só que não conseguem porque a lei não permite”, disse o parlamentar, para quem o processo de regularização é muito lento e prejudica a modernização. (Com assessoria de imprensa)

Anterior "Não há espaço para leilão 5G sem 3,5 GHz", diz Aquino, da Anatel
Próximos STJ decide que incidem juros em execução de sentença sobre ações de telefonia

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *