Oi aguarda aval da Anatel para votar reestruturação societária


O conselho de administração da Oi aprovou ontem, 22, a realização de uma assembleia geral extraordinária de acionistas para aprovar a incorporação da Telemar Participações à Oi. A data da assembleia será definida assim que a Anatel der o sinal verde para que a operação aconteça.

Pela proposta, os acionistas da Telemar passarão a deter na Oi a mesma participação que hoje têm na Telemar e na Valverde Participações, sem diluição para os atuais acionistas da Oi. O patrimônio da Telemar será integrado ao da Oi, incluindo a transferência de ágios decorrentes de aquisições de participações registrados na Bratel Brasil, AG Telecom, LF Tel e TmarPart. As empresas calculam que a incorporação gere despesas de R$ 25 milhões.

A assembleia também deve aprovar o novo estatuto social da Oi, redigido para lidar com os problemas inerentes de a empresa não ter concluído a ida ao Novo Mercado da Bovespa até o final de março. O estatuto prevê, entre outras coisas, simplificação da estrutura social e adoção de novos padrões de governança corporativa, como o atendimento a cotas maiores de membros independentes no conselho.

Os acionistas vão deliberar, na assembleia, sobre a eleição do novo conselho de administração da Oi, com mandato até o final de 2017; sobre a abertura do prazo de conversão voluntária de ações preferenciais em ordinárias, na proporção de 0,9211 ação ordinária para cada preferencial. A conversão só acontecerá se dois terços dos acionistas participarem da troca.

Anterior Oi simplifica ofertas e está pronta para o multiproduto
Próximos GVT inicia oferta de banda larga de 300 Mbps