A operadora de satélites O3B começou a vender em Tefé (AM) planos de acesso residencial de banda larga por satélite. O projeto está em desenvolvimento desde 2011 e, finalmente, sai do papel. Localizada a 500 km da capital Manaus, Tefé tem 60 mil habitantes. A comercialização acontece em parceria com o provedor local Ozônio, que também investiu na infraestrutura.

A O3b usa a tecnologia “Fiber in the Sky”, com modelo de Backhaul Sharing. A empresa oferece a infraestrutura às operadoras de celular, aos provedores locais e ao governo em um link via satélite com a qualidade de fibra óptica (alta velocidade e baixa latência ou tempo de resposta), viabilizando aplicações e conectividade 3G e 4G/LTE de alta performance.

O serviço está disponível para os mercados residencial, corporativo e governamental. A solução está ativa na cidade desde o início de junho. O modelo proposto baseia-se no conceito pay as you grow pelo qual a operadora ou provedor de internet compra a quantidade de megabits por segundo que precisa e pode ir ajustando a contratação de acordo com a necessidade, pagando um valor mensal.

A O3B possui uma constelação de 12 satélites, com previsão de lançar outros oito até 2018. Os satélites ficam localizados a uma distância de 8 mil km, mais próximos que os satélites tradicionais, geoestacionários, situados a 36 mil km. A empresa tem entre os seus acionistas a SES, o Google, HSBC Liberty Global, o Development Bank of South Africa, Sofina, Satya Capital, Northbridge Venture Partners and Allen &Company. (Com assessoria de imprensa)