O iG se relança no mercado e aposta em serviços


Com uma campanha publicitária que entra no ar no final de semana, o portal iG mostra uma "nova cara", resultado da reestruturação da empresa, incorporada pela operadora Oi, com a aquisição da Brasil Telecom. Oito meses depois da incorporação, os acionistas concluíram que havia duas coisas a fazer em relação ao iG: vender o portal …

Com uma campanha publicitária que entra no ar no final de semana, o portal iG mostra uma "nova cara", resultado da reestruturação da empresa, incorporada pela operadora Oi, com a aquisição da Brasil Telecom. Oito meses depois da incorporação, os acionistas concluíram que havia duas coisas a fazer em relação ao iG: vender o portal ou investir na empresa e transformá-la num ativo rentável. A decisão foi pela segunda opção e os investimentos, cujos números não são revelados, foram feitos tanto na infraestrutura quanto em profissionais. De outubro até agora, o iG incorporou à equipe, de 120 pessoas, outros 90 profissionais e criou duas sucursais, uma em Brasília e outra no Rio de Janeiro, além da matriz, que funciona em São Paulo.

Fora a mudança visual no portal, o conteúdo foi "reorganizado" e foram criados novos canais. As notícias de economia, por exemplo, que antes eram publicadas na seção "Último Segundo" passaram a ser tratadas como uma "vertical" e estão agora organizadas em uma editoria. Com o novo formato "o iG volta ao jogo" disposto a aumentar a audiência e gerar receita publicitária, conforme destacou hoje o presidente do portal, Fabio Coelho. Segundo ele, no primeiro trimestre deste ano, as receitas do portal com publicidade tiveram crescimento de 47% em relação a igual período de 2009. "A média do mercado é um crescimento de 30% mas queremos crescer acima disso", comentou.

Além da publicidade, o presidente do iG espera aumentar as receitas também com os serviços de valor adicionados (SVA) que, hoje, respondem por 20% do faturamento da empresa — em torno de R$ 500 milhões em 2009. A expectativa do executivo é que, em alguns anos, SVA passe a responder por 50% na composição das receitas do portal. Uma das apostas de serviço é em video on demand. Com dez anos de existência, o iG tem atualmente 23 milhões de acessos/mês e 5 milhões de contas de e-mail ativas, de um total de 7 milhões de contas.

Anterior GVT pode entrar na telefonia móvel ainda em 2010 por meio de parceria
Próximos GVT prioriza banda larga e TV por assinatura