O desafio, agora, são as escolas rurais.


 O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou, durante a solenidade de lançamento do programa Banda Larga nas Escolas, que agora, o novo desafio do governo é fazer a inclusão digital chegar ao campo. Embora o programa anunciado hoje irá contemplar 85% dos alunos da rede pública de ensino básico e fundamental, os demais 15% estão …

 O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou, durante a solenidade de lançamento do programa Banda Larga nas Escolas, que agora, o novo desafio do governo é fazer a inclusão digital chegar ao campo. Embora o programa anunciado hoje irá contemplar 85% dos alunos da rede pública de ensino básico e fundamental, os demais 15% estão distribuídos em 90 mil escolas rurais existentes no Brasil.

Para ultrapassar este desafio, o governo conclamou as operadoras de telefonia celular a também se engajarem no projeto. O que não será suficiente, pois as redes de telefonia móvel, mesmo com a licença de terceira geração, só precisam estar presentes, pelas regras da Anatel,  nas sedes dos municípios brasileiros.

De qualquer forma, Haddad assinalou que a melhoria do ensino brasileiro está vinculado à eqüidade e não simplesmente à qualidade. Por isso, explicou, mesmo sem conseguir oferecer o acesso à internet nas escolas rurais, o Ministério da Educação irá instalar laboratórios de informática em 138.405 escolas brasileiras até dezembro de 2010. No final deste ano, 54.907 escolas já contarão com laboratórios de informática.

Anterior O cronograma da banda larga nas escolas
Próximos Vivo vai comprar mais ações da Telemig Celular