Número de reclamações à Anatel cai em fevereiro


Queixas sobre cobranças erradas continuam a ser maioria em telefonia móvel, telefonia fixa e na TV paga. Na banda larga, reclamação principal recai sobre a qualidade do acesso.

shutterstock_wavebreakmedia_consumidor_telefonia_fixa_operadoras

A quantidade de reclamações do consumidor sobre serviços de telecomunicações feitos à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) caiu 14,5% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2017. No mês, a agência registrou 231 mil queixas. Os dados foram revelados hoje, 22, pela autarquia.

Reclamações registradas na Anatel (em milhares)
fonte: SRC/Sistema Focus
2018 2017 2018 / 2017
jan 270,7 328,2 -17,5%
fev 231,0 270,0 -14,5%

Reclamações por serviço

A telefonia móvel, serviço com maior número de usuários, apresentou o mesmo porcentual de queda na quantidade das reclamações. Na telefonia fixa, foram -18,9% menos queiras; na banda larga, -8,4%; e ma TV por Assinatura, -16,1%. Os números completos estão na tabela abaixo.

As queixas se concentram (99%) contra as maiores operadoras do país, e continuam a ser relativas a problemas identificados em edições anteriores do levantamento. Questionamentos sobre as contas, motivadas por cobranças não reconhecidas, imperam em quase todos os serviços (móvel, fixo e TV paga). A exceção fica por conta da banda larga, categoria que tem como principal reclamação a qualidade e funcionamento do acesso.

Reclamações registradas na Anatel – Telefonia Móvel e Telefonia Fixa (em milhares)
fonte: SRC/Sistema Focus
  Telefonia Móvel Telefonia Fixa
  2018 2017 Cresc. 2018/2017 2018 2017 Var. 2018/2017
 
jan 125,0 159,0 -21,3% 62,4 75,0 -16,9%
fev 110,0 128,7 -14,5% 51,2 63,2 -18,9%

 

Reclamações registradas na Anatel – Banda Larga Fixa e TV por assinatura (em milhares)
fonte: SRC/Sistema Focus
  Banda Larga Fixa TV por assinatura
  2018 2017 Cresc. 2018/2017 2018 2017 Var. 2018/2017
 
jan 43,8 51,5 -15,0% 37,4 41,1 -9,0%
fev 38,5 42,1 -8,4% 29,1 34,7 -16,1%

Empresas

Ao se comparar os meses de fevereiro de 2018 com fevereiro de 2017, dos grupos acompanhados pela Anatel, a TIM na telefonia móvel, e a NET na banda larga fixa, foram as únicas a terem aumento de queixas na prestação dos serviços de telecomunicações. Veja os números divulgados pela Anatel.

Reclamações registradas na Anatel – Telefonia Móvel (em milhares)
Principais prestadoras de abrangência nacional
fonte: SRC/Sistema Focus
  2018 2017 VARIAÇÃO
          fev 18/ jan-fev 18/
  fev jan-fev fev jan-fev fev 17 jan-fev 17
CLARO 23,6 48,4 28,9 61,0 -18,3% -20,7%
NEXTEL 4,9 11,1 8,6 19,6 -43,2% -43,2%
OI 13,7 31,1 16,8 37,1 -18,9% -16,0%
TIM 44,5 95,3 40,3 90,7 10,4% 5,1%
VIVO 23,0 48,3 33,7 78,6 -31,8% -38,5%

 

Reclamações registradas na Anatel – Telefonia Fixa (em milhares)
Principais prestadoras de abrangência nacional
fonte: SRC/Sistema Focus
  2018 2017 VARIAÇÃO
          fev 18/ jan-fev 18/
  fev jan-fev fev jan-fev fev 17 jan-fev 17
NET 6,6 14,5 7,3 16,7 -10,5% -12,8%
OI 26,4 59,1 34,9 75,2 -24,2% -21,4%
VIVO 16,4 35,9 19,5 43,1 -15,7% -16,6%
*A NET contém as reclamações registradas contra a Claro          

 

Reclamações registradas na Anatel – TV por assinatura (em milhares)
Principais prestadoras de abrangência nacional
fonte: SRC/Sistema Focus
  2018 2017 VARIAÇÃO
          fev 18/ jan-fev 18/
  fev jan-fev fev jan-fev fev 17 jan-fev 17
NET/CLARO 14,0 30,9 15,8 35,9 -11,6% -13,9%
CLARO 3,1 7,3 4,8 11,5 -34,9% -36,4%
NET 10,9 23,6 11,0 24,4 -1,5% -3,3%
OI 2,4 5,5 3,8 8,7 -38,2% -37,6%
SKY 10,0 24,5 12,1 24,9 -17,4% -1,9%
VIVO 2,4 5,1 2,6 5,5 -4,8% -7,0%

 

Reclamações registradas na Anatel – Banda Larga Fixa (em milhares)
Principais prestadoras de abrangência nacional
fonte: SRC/Sistema Focus
  2018 2017 VARIAÇÃO
          fev 18/ jan-fev 18/
  fev jan-fev fev jan-fev fev 17 jan-fev 17
NET 6,8 14,2 6,1 13,4 11,1% 5,8%
OI 14,5 31,8 19,3 43,4 -24,8% -26,7%
VIVO 10,8 23,0 12,4 27,5 -13,2% -16,4%

(Com assessoria de imprensa)

Anterior INOVAtic Nordeste reúne a nata da tecnologia em Fortaleza
Próximos Anatel multa Sky em R$ 10 milhões por venda casada