Número de assinaturas de banda larga móvel chegará a 1 bilhão em 2011


O número de assinantes de banda larga móvel atingiu, globalmente, meio bilhão em 2010 e deve  dobrar antes do final de 2011, estima a fabricante Ericsson. O maior número de assinaturas, cerca de 400 milhões, deve concentrar-se na região da Ásia-Pacífico, seguida pela América do Norte e pela Europa Ocidental, cada uma com mais de 200 milhões de assinaturas, prevê a empresa, que detém vários contratos comerciais com operadoras para fornecer equipamentos de core e acesso para redes LTE.

 Até 2015, a Ericsson acredita que as assinaturas de banda larga móvel chegarão a 3,8 bilhões, com 95% delas impulsionadas por redes HSPA, CDMA e LTE. “A adoção da banda larga móvel foi acelerada pelo forte crescimento na utilização dos smartphones, laptops e tablets conectados e apoiada pela introdução de redes de alta performance”, observa a empresa, que aposta no crescimento do tráfego móvel de dados.

Um dos principais fornecedores de redes LTE, a Ericsson já implementou 16 redes de quarta geração, algumas delas já lançadas comercialmente. “As operadoras e os clientes finais estão começando a sentir os benefícios do acesso de alta velocidade da LTE”, observa a companhia, que credita o sucesso a maior velocidade e a latência reduzida das redes LTE, que permitem o streaming de vídeo, atraindo novos usuários profissionais como, por exemplo, emissoras de TV e organizações de segurança pública. (Da redação, com assessoria de imprensa)

 

Anterior Anatel vai criar política de incentivo a pesquisa
Próximos Provedores defendem redução do preço do link pela Telebrás