Número de acessos em 4G alcança 66,6 milhões em fevereiro


O número de acessos em banda larga 4G chegou a 66,6 milhões em fevereiro, representando crescimento de 120% em relação ao mesmo mês do ano passado. Desde fevereiro de 2016, 36,3 milhões de novas conexões 4G foram ativadas.

A quantidade de cidades com cobertura 4G no Brasil cresceu ainda mais, com apliação de 254% em relação a fevereiro do ano passado. Ao todo, as redes de quarta geração estão instaladas em 1.691 municípios.  As redes de 3G, por sua vez, já estão instaladas em 4.994 municípios.

A banda larga larga móvel como um todo, considerando também os acessos 3G, fechou fevereiro com 196,4 milhões de acessos. O número de acessos móveis, que inclui GSM (2G), M2M e CDMA, terminou fevereiro 242,9 milhões – uma queda de 5,87% em relação a fevereiro de 2016, ou, 15,14 milhões de desligamentos. Comparado a janeiro deste ano, houve uma retração de 0,2%. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

 

 

Das operadoras, a Oi foi a que mais desligou clientes em um ano: 5,75 milhões (-12%). A empresa terminou fevereiro com 42 milhões de clientes móveis. A Claro foi a segunda em redução de base (-7,98%), desconectando 5,21 milhões de chips. Seguida da TIM, com 5,18 milhões (-7,71%). A Vivo registrou um ganho de 654,19 mil acessos (+0,89%), principalmente pelo crescimendo das liganções de tipo M2M.

Os dados mostram que as operadoras seguem desligando chips inativos no pré-pago, atitude conhecida como “limpeza de base”. Entre janeiro e fevereiro deste ano, foram 983,4 mil desligamentos. Em um ano, foram 21,6 milhões, o equivalente a uma redução de 11,71% na quantidade de acessos pré-pago.

No pós-pago, o cenário se inverte. Em busca de valor, as empresas têm atraído clientes de olho na fidelidade. A quanidade de usuários pós-pagos cresceu em 482 mil entre janeiro e fevereiro, e em 6,45 milhões em um ano (+8,77%).

Anterior Concentração por mais espectro pela 5G avança nos EUA com AT&T
Próximos Samsung atualiza smartphone de entrada no país

1 Comment

  1. Wiliams Reis Cirqueira
    10 de Abril de 2017

    Boa noite, eu estou ansioso que saía logo esses novos investimentos, porque sou instalador técnico a 16 anos e espero por um crescimento na mão de obra, pois,estou precisando trabalhar rsrs.