Novo CEO da NICE cuidava das Américas


O Conselho de Administração nomeou Barak Eilam, presidente da NICE Américas, como seu novo diretor executivo (CEO), para substituir Zeevi Bregman. A transição está prevista para ocorrer até o final de abril de 2014. Barak Eilam é, atualmente, o Presidente da NICE Américas, que é uma empresa que rende $ 500 milhões por ano. Antes …

O Conselho de Administração nomeou Barak Eilam, presidente da NICE Américas, como seu novo diretor executivo (CEO), para substituir Zeevi Bregman. A transição está prevista para ocorrer até o final de abril de 2014. Barak Eilam é, atualmente, o Presidente da NICE Américas, que é uma empresa que rende $ 500 milhões por ano. Antes deste cargo, Eilam foi diretor de vendas e gerente geral do Grupo Enterprise nas Américas. No início de sua carreira, ele fundou e atuou como gerente geral da unidade de negócios global NICE Interaction Analytics. Em seus 15 anos trabalhando para a NICE, Barak atuou em uma série de cargos executivos dentro da empresa, gerenciando diferentes aspectos dos negócios nas áreas de desenvolvimento de produtos, vendas, marketing e serviços.

“Barak tem um histórico brilhante de desenvolvimento de negócios e geração de resultados e foi um dos importantes contribuintes para o crescimento e sucesso da NICE. Ao longo de sua carreira, Barak demonstrou grande habilidade em liderar organizações, incluindo equipes de produtos e vendas e na introdução de novas tecnologias e inovação”, disse David Kostman, Presidente do Conselho de Administração da NICE Systems. “A nomeação de Barak é uma demonstração clara da profundidade do talento da gerência na NICE. Estou confiante de que ele é a pessoa certa para auxiliar a NICE a aproveitar as inúmeras oportunidades existentes no mercado e levar a empresa a um crescimento contínuo nos próximos anos”.

 

A NICE é o provedor líder mundial de soluções de software que permitem às organizações empregar a melhor ação seguinte para aprimorar a experiência do cliente e os resultados de negócios, garantir a conformidade, combater crimes financeiros e proteger pessoas e ativos. ( Assessoria de Imprensa).



Anterior Marco Civil da Internet pode ser votado nesta terça mesmo sem acordo
Próximos Neutralidade da rede é incluída em PEC sobre direito de acesso à web