Nova cautelar da Anatel determina que Telefônica melhore telefonia fixa


A Anatel determinou que a concessionária de telefonia fixa Telefônica mantenha as ações que adotou no último ano para diminuir as interrupções do serviço em São Paulo, conforme a medida cautelar 4636/2012. Nesse documento, a agência determinou que a concessionária adotasse providências para diminuir em 40% o número de interrupções do serviço no estado de São Paulo, em comparação à quantidade de falhas identificadas nos últimos doze meses.

A medida foi adotada em virtude do aumento da quantidade de interrupções ocorridas nos últimos anos. O despacho cautelar de 2012 determinava ainda que a Telefônica regularizasse, em até cinco meses, o processo de ressarcimento de créditos aos usuários afetados pelas interrupções, independentemente de solicitação e da quantidade de assinantes atingidos.

O despacho divulgado nesta segunda-feira (8) também obriga que a prestadora reduza a duração média das falhas e que implemente medidas específicas para a melhoria do serviço nas Estações mais críticas de sua rede no Estado de São Paulo.

Enquanto vigorar a medida, a Telefônica deve enviar mensalmente à Anatel relatório com as ações adotadas e os resultados alcançados. A multa por descumprimento do Despacho é de até vinte milhões de reais.(Da redação)

Anterior Governo pede pressa da Câmara para votar Marco Civil da Internet
Próximos Anteprojeto para proteção de dados pessoais entra na pauta prioritária do MJ