Nos EUA, receita de dados no celular passa a de voz pela primeira vez


Entre 2012 e 2013, a receita de dados pelo celular, referente ao último trimestre de cada ano, cresceu 20% nos Estados Unidos. No último trimestre de 2013, a receita chegou a US$ 24,8 bilhões e, pela primeira vez, superou a receita de voz da telefonia móvel, segundo pesquisa da Chetan Sharma divulgada pela newsletter Mobile World Live. No ano de 2013, a receita total com o serviço de dados no celular alcançou US$ 90 bilhões. Neste ano, a expectativa da empresa de pesquisas é de que ela supere $ 100 bilhões.

Hoje, a receita de dados móveis no celular do mercado norte-americano responde por 22% do mercado global, com os Estados Unidos sendo seguido de perto pela China e Japão. Os Estados Unidos são o sétimo país a ter a receita de voz móvel superada pela de dados no celular. O primeiro a viver o fenômeno foi o Japão, em 2011. Verizon e At&T respondem por 68% da receita de dados móveis do mercado norte-americano. Em 2013, o consumo de dados móveis per capita naquele país cresceu de 690 MB para 1,2 GB. (Mobile World Live)

 

Anterior Proposta de plano de acompanhamento dos contratos de concessão divide Anatel
Próximos Marco Civil da Internet: PMDB apresenta emenda que acaba com a neutralidade da rede.

1 Comment

  1. […] a de informação tem indicações claras na mudança dos negócios com base nestas tecnologias. O tele.síntese anunciou ontem a publicação de uma pesquisa da Chetan Sharma  que aponta que a receita com dados […]