Nos EUA, leilão de 700 MHz arrecada US$ 19,5 bilhões.


O lelião norte-americano das freqüências de 700 MHz foi finalizado, arrecandando mais de US$ 19,5 bilhões pelos blocos de espectro, quase o dobro dos US$ 10 bilhões esperados inicialmente pela FCC (Federal Communications Commission). O órgão ainda não revelou os nomes dos ganhadores, mas especula-se que a AT&T e a Verizon Wireless sairão do certame …

O lelião norte-americano das freqüências de 700 MHz foi finalizado, arrecandando mais de US$ 19,5 bilhões pelos blocos de espectro, quase o dobro dos US$ 10 bilhões esperados inicialmente pela FCC (Federal Communications Commission). O órgão ainda não revelou os nomes dos ganhadores, mas especula-se que a AT&T e a Verizon Wireless sairão do certame com os maiores pedaços do espectro. O Google havia afirmado que brigaria pelas faixas, mas considera-se pouco provável que o gigante da internet tenha oferecido mais do que o mínimo necessário para garantir que seus pedidos de acesso aberto à rede fossem assegurados.

O presidente da FCC, Kevin Martin, afirmou estar contente com os resultados do leilão, e com o que parece ser um movimento das operadoras em abrir suas redes. Ele destacou em comunicado que esta tendência “será significante para os consumidores”, pois mais plataformas abertas estimulam a inovação “nas pontas das redes”.

Apesar de leilão ter arrecadado quantias consideráveis de recursos, e ter aumentado a competição das empresas sem fio, ele não conseguiu atingir a meta de criar um rede pública de segurança no Bloco D. Este bloco havia sido reservado para a criação de uma rede de comunicação nacional unificada para auxílio à emergências, mas nenhuma empresa ofereceu os valores mínimos estipulados pela agência para o bloco. Estuda-se agora as causas da falha, e um possível novo leilão para estas freqüências. (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior PL 29 será votado até dia 9 de abril, prevê Bittar.
Próximos Votorantim seleciona comunicações convergentes da Alcatel-Lucent